Top
Jazz

JAZZ, BAMBU, ACARAJÉ E ARTE DE RUA


Mapa_1200A Zapateria é uma  antiga casa situada no centro de São Paulo, onde estamos intervindo há algum tempo.

Originalmente, é uma sapataria de ofício que está em atividade desde os anos 70. Hoje,  após diversas transformações, a casa é dividida entre comerciantes de sapato e pessoas com diferentes atividades – arquitetos, marceneiro, fotógrafa, entre outros – que formam o coletivo Zapateria.

Sempre houve a necessidade de melhorar o espaço e uma maneira que encontramos para realizarmos essas reformas foram as festas, todas feitas à base de jazz, vinil, improviso, bambu, parafusos e arruelasAo lado, um 3d esquemático com a implantação da Zapateria (Laranja)
Abaixo fotos da festa "Zambi / Porão Sessions"
 

festas


O quintal da Zapateria é a prova de que sim, existe música brasileira de (muita) qualidade. Quem acha que o Brasil "não produz mais bons músicos como antigamente" está por fora do circuito independente. Por lá já passaram: Otis Trio, Naaxtro, Rumbo Reverso, entre outros – essas, minhas bandas prediletas. Além disso, contamos sempre com a presença de nossas vizinhas, o Tabuleiro do Acarajé, que já é uma tradição em nossas festas.


acarajé


Abaixo e acima projeto Himawari8 de retratos dos participantes da festa Porão Sessions. fotos: Luciano Di Gianni e Fernando Bellia
 

registros
No vídeo-registro abaixo, Otis trio toca na festa de divulgação do projeto: "Revolução através do Design" (web-série produzida por Himawari8)
Para acessar o projeto RAD: http://himawari8.com.br/site/portfolio-items/revolucao-atraves-do-design-episodio-piloto/


 

branco_01No pós-festa deste ano fizemos duas ações:
1. fachada:

A fachada só foi possível devido ao talento e disposição do artista Rodrigo Branco. Cedemos a frente da casa para que ele fizesse o que bem entendesse. Sempre acompanhado de algum camarada, Branco passou um 1 dia entendendo a geometria da parede e a escala da rua. Após 2 dias de trabalho tinhamos uma Zapateria de cara nova.
No lado esquerdo da parede, o artista Pedro Saci também deixou sua marca. Impressionante o poder de um punhado de tinta, sprays e pincéis.

"O artista paulistano Rodrigo Branco representa toda a complexidade da megalópole de São Paulo nos seus traços. Com uma biografia complexa e surpreendente, conseguiu ao longo de seus quase 30 anos combinar de forma inusitada e com muito esmero olhares e oportunidades que fazem dele um artista de grande talento e profissionalismo.(…) O artista coloca em seus desenhos uma infinidade de rostos que habitam seu imaginário, assim como elementos que remetem a sua infância e a tudo que o circunda nos bairros, na rua e nas pessoas" http://rodrigobranco.tumblr.com/

foto acima: Paula Martinelli : behance.net/paulamartinelli

4_fotos_branco_02(final)

 

 

 

 

 

2.


2.O Quintal: 

Nossa segunda ação era um pouco mais complicada: desmontar o puxadinho remanescente, um dos últimos símbolos dos mais de 40 anos de gambiarras instaladas na casa. Depois, remontamos um mezanino com as madeiras da própria demolição e um telhado com estrutura de bambu – material que venho utilizando com frequência em meus projetos. Essa transformação foi feita em parceria com Peetssa P2RCA, construtor e mentor que vem intervindo comigo desde o primeiro telhado que executamos na casa.


telhado_antigo

 

 

Na sequência (ao lado e abaixo) fotos do quintal – área de intervenção, processo de desmontagem e beneficiamento das madeiras.
Após a demolição/desmontagem fomos colher os bambus necessários para a execução do telhado – Lua minguante de Junho/2015.

Puxa_02

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abaixo, Vídeo-registro da colheita do Bambu JUN/2015 – Lua Minguante

Após a colheita, foram 4 semanas de trabalhos e muitos parafusos apertados. Por hora, demos uma pausa na reforma, nosso próximo objetivo é erguer um muro digno (virado para Consolação) – até la vamos dar outra festa para levantar mais um punhado de dólares e continuarmos a intervir na casa .

A próxima festa será dia 28/08, às 20h, com os já residentes Otis Trio e as comidas do Tabuleiro do Acarajé.

Fernando Bellia [Arquiteto Himawari8] – Contato: fernandobellia@himawari8.com.br

Abaixo fotos do processo da obra. em sequência: 1.Durante e pós intervenção com Silvano Macarrão, 2.janela de demolição instalada, 3.Fernando Bellia (himawari8) e Peetssa P2RCA registrados por Bruno Fujii, 4.Divisória de retalhos, 5.entrada do mezanino visto da rua da Consolação.

duas_juntastratada_03fujii_02tratada_04

 

Leave a comment